top of page
Buscar
  • Foto do escritorInstituto ANMA

Treinar em jejum – os dois lados da moeda.

Jejum se refere a não ingestão de alimentos durante partes do dia ou da semana, sendo que a restrição calórica é o fator comum para todas as formas de jejum. O mais conhecido protocolo de jejum, o jejum intermitente, pode ser classificado em:

  • ICR (intermitente caloric restriction) - restrição calórica intermitente;

  • ADF (Alternate day fasting) - jejum alternado por dia;

  • TRF (time restricted fasting) - restrição alimentar por horário.



Com o intuito de equilibrar a quantidade de massa magra e tecido adiposo, ou para melhorar o desempenho, alguns atletas realizam os exercícios aeróbicos em jejum a fim de reduzir gordura corporal.


Carboidratos e lipídios são as principais fontes de energia para o músculo durante o exercício físico. Durante o treino em jejum, ocorre uma maior utilização de lipídio para a produção de energia em comparação com o treino após se alimentar, levando à diminuição da gordura corporal armazenada, até porque em jejum, esse será o principal substrato disponível.

Alguns trabalhos mostram que treinar em jejum pode contribuir para a redução de peso e que o desempenho no exercício físico varia muito de acordo com o protocolo utilizado, com a duração do jejum e também do tipo de treinamento realizado.


A redução de peso associada à prática do jejum ocorre quando há redução de energia tal qual a da restrição calórica contínua. Portanto, ambas estratégias podem favorecer o emagrecimento. Cabe ao profissional saber qual o protocolo adequado ao seu paciente. Nem todo indivíduo se adapta bem ao protocolo de jejum, pode ocorrer quadros de mau humor e irritabilidade, comprometimento do desempenho em exercícios de alta intensidade, além de desconforto e falta de motivação na prática de atividade física.

Por isso, é importante que a opção pelo treino em jejum seja feita com orientação de um profissional que compreenda os objetivos do treinamento proposto para que essa estratégia seja realmente realizada da melhor maneira.


Zouhal, H., Saeidi, A., Salhi, A., Li, H., Essop, M. F., Laher, I., Rhibi, F., Amani-Shalamzari, S., & Ben Abderrahman, A. (2020). Exercise Training and Fasting: Current Insights. Open access journal of sports medicine, 11, 1–28. https://doi.org/10.2147/OAJSM.S224919

Correia, J. M., Santos, I., Pezarat-Correia, P., Minderico, C., & Mendonca, G. V. (2020). Effects of Intermittent Fasting on Specific Exercise Performance Outcomes: A Systematic Review Including Meta-Analysis. Nutrients, 12(5), 1390. https://doi.org/10.3390/nu12051390

9 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page