top of page
Buscar
  • Foto do escritorInstituto ANMA

Dieta Low Carb e desempenho esportivo




Uma distribuição de carboidrato na dieta menor do que 45% já pode ser considerada uma dieta low carb, porém, em alguns casos, a restrição de carboidrato é tão grande que ela apresenta uma característica cetogênica. Portanto, toda dieta cetogênica é low carb, mas nem toda low carb será uma dieta cetogênica.


A dieta low carb promove redução do estoque de glicogênio muscular e utilização pelo organismo de gordura como substrato energético. A indicação de sua utilização associada à prática e exercício varia de acordo com a modalidade, objetivo ou intensidade do exercício.

Em esportes de endurance muitas vezes essa tem sido uma estratégia usada para potencializar a utilização de gordura durante as provas, como uma força de modular a utilização de energia durante o exercício. Já em exercícios explosivos, de curta duração, a restrição de carboidratos pode ser determinante para a performance, pode ser a diferença entre ganhar e perder uma prova.


Dietas restritas em carboidrato podem ser utilizadas pelos atletas que necessitam reduzir gordura corporal, sem reduzir massa muscular ou perda de performance, desde que a fase do treinamento permita que esse ajuste ocorra sem trazer prejuízo, como nos períodos de base. Restrição de carboidrato com foco em perda de peso, por um período curto, provavelmente não vai trazer prejuízo no desempenho esportivo. Mas fazer essa restrição sem orientação e por períodos prolongados está inclusive relacionado a quadros de overtraining. É importante o acompanhamento por uma equipe de saúde (nutricionista, profissional de educação física e médico do esporte) para prescrição de dieta e treino adequados para cada fase de treinamento e objetivo do atleta, minimizando os riscos de prejuízos à saúde e ao desempenho físico.


McSwiney, F. T., Doyle, L., Plews, D. J., & Zinn, C. (2019). Impact Of Ketogenic Diet On Athletes: Current Insights. Open access journal of sports medicine, 10, 171–183. https://doi.org/10.2147/OAJSM.S180409


33 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page